Businessman: Neymar lança seu próprio selo e HQ

Os quadrinhos estão disponíveis em português, espanhol, francês e inglês.

Muito além dos gramados, a imagem do craque Neymar Jr. é reconhecida no mundo inteiro, como aquele pode, um dia, vir a ser o melhor jogador do mundo. Na última Copa do Mundo, o jogador saiu com a imagem um pouco para baixo. Quase arrastada.

Mas, no que parece ser um esforço para mudar isso, a estrela do esporte e seu staff estão lançando uma linha de HQs, chamada de Inked, pelo selo próprio Neymar JR Comics, que também é uma novidade.

O craque é um grande praticante da cultura nerd, sendo jogador vívido de Playerunknown’s Battlegrounds (PUBG) e que já se declarou fã de quadrinhos. Agora, ele estará dentro deles, sob o nome de Junior – ou pelo menos um jovem muito parecido com ele, que usa tintas experimentais em suas tatuagens e, assim, consegue poderes de invocar os animais que estas representam.

Com roteiro de Jason Burn (The Expendable One, A Dummy’s Guide to Danger) e artes de Dustin Evans e Fernando Peniche, a história de Inked se passará toda no Brasil, com Junior enfrentando vilões com poderes místicos para salvar sua irmã, Rafaela, de um sequestro.

“Como muitos garotos, eu tinha dois sonhos para quando crescesse: ser um jogador profissional de futebol e um super-herói. Já fui muito abençoado por poder jogar futebol do mais alto nível”, falou Neymar Jr. Chegou a sua chance de finalmente brilhar como um herói.

Será que vai cair no gosto da comunidade?

Aplicativo para leitura de quadrinhos está chegando ao Switch

Exclusivo para o console da Nintendo, InkyPen dará nova funcionalidade ao console.

A partir de novembro deste ano, a Nintendo adicionará uma nova funcionalidade ao seu Switch: e-reader de e-comics. O InkyPen, um serviço de assinatura para fãs de quadrinhos, está chegando exclusivamente para o console japonês e trará uma nova funcionalidade para os nintendistas.

Baseado em inscrições, como se gosta de dizer, o InkyPen será como o “Netflix dos quadrinhos”. Com uma assinatura de US$7,99, o serviço disponibilizará aos usuários acesso a mais de dez mil mangás, novelas gráficas e outras publicações relacionadas.

Mas não espere grandes nomes da indústria, como Marvel e DC, no serviço. Baseada na Noruega, a InkyPen trará publicações indies e de outras editoras menos conhecidas. Ainda assim, parece uma proposta interessante.

bg_inkypenkeyart

O serviço será uma nova opção de aplicativos third-parties para o console da Nintendo, que chama a atenção pela ausência da própria Netflix – apesar de suportar o Hulu.

Contudo, as funcionalidades do Switch serão bem exploradas pelo app, permitindo que o usuário folheie pelas publicações, utilizando o touch-screen do console, e transmitindo direto para a tela da TV.

Filme sobre as origens do Coringa terá Joaquin Phoenix no papel principal

Filme começa a ser rodado em meados do segundo semestre desse ano.

Passando por uma reestruturação após acumular fracassos de público e crítica nos cinemas, a DC Films confirmou alguns detalhes sobre o próximo filme de seu universo de quadrinhos. Sem muitos detalhes de enredo, Joaquin Phoenix foi confirmado para viver o Príncipe Palhaço do Crime.

Além do ator, premiado por filmes como Ela, O Gladiador e Johnny & June, estará acompanhado na produção por Martin Scorsese (Taxi Driver, Os Bons Companheiros, O Lobo de Wall Street), como produtor e Todd Phillips (Se Beber, Não Case), como diretor.

Rumores diziam que Leonardo DiCaprio poderia pegar o papel do Joker, mas Phillips, que além de dirigir será co-autor do filme, disse que já conversava com Phoenix desde o último ano e que este era sua primeira opção. Aguardava apenas autorização da Warner Bros. Studios para fechar o acordo.

Mesmo que esteja se esforçando para se tornar relevante novamente, a DC Films designou um orçamento de US$55mi para a produção, valor considerado baixo para os filmes de super-heróis. Para se ter uma ideia, Deadpool, da Marvel, maior rival da DC nos cinemas, teve um orçamento de US$58, que já era considerado baixo dois anos atrás.

bg_dctoddphillips
Todd Phillips será co-autor e diretor do filme. (Foto: We Got This Covered)

Contudo, esse filme tem uma pegada diferente e, de certa forma, até próxima do próprio Deadpool. Esperado que seja ambientado nos anos 80, o filme deve ter uma aproximação mais intimista do protagonista, contando as origens do Joker como humorista fracassado e sem aparição de outros grandes personagens.

Além disso, o novo responsável pela DC Films, Walter Hamada, é notoriamente conhecido por produzir filmes de baixo orçamento que resultam em grandes sucessos e retornos financeiros, como IT – A Coisa e Invocação do Mal.

Este filme não ameaça o papel de Jared Leto como Joker. De acordo com a própria DC, o ator seguirá como o Coringa e o eventos desta nova produção não terá efeitos no personagem do Esquadrão Suicida.